Texto escrito por Carolina Barboza, jornalista da INTL FCStone responsável pelo relacionamento com a Imprensa.

Produção baiana de algodão deve avançar 37%

Clima do ciclo 2017/18 de algodão favoreceu a produtividade e pode levar à maior safra do estado baiano desde 2012

Condições favoráveis de clima e solo na Bahia podem garantir um volume maior de algodão do que o esperado inicialmente para a safra 2017/18. Segundo cálculos da consultoria INTL FCStone, baseados em dados fornecidos pela Associação Baiana de Produtores de Algodão (ABAPA), a produção do estado deve atingir 474,7 mil toneladas de pluma colhidas, volume 37% superior ao observado no ciclo 2016/17.
“A estimativa inicial de crescimento da safra apresenta um cenário de expansão 2 p.p. acima do projetado atualmente pela Conab, que aponta volume de 467,6 mil toneladas de pluma na Bahia”, afirmou o grupo, em relatório.

+Leia também: INTL FCStone indica expansão de 26% da área plantada na safra 2017/18

De acordo com a ABAPA, a produtividade média observada atualmente encontra-se em torno de 4.500 kg de algodão em caroço por hectare (300 @/ha), equivalente a aproximadamente 1.800 kg de algodão em pluma/hectare.
A INTL FCStone também lembra que a perspectiva de um consumo mundial recorde da fibra natural, excedendo a produção global, tem corroborado para o sentimento positivo dentre os produtores, que pode se traduzir em um incremento de 21% das exportações brasileiras, totalizando 1,01 milhão de toneladas exportadas, segundo a projeção da Conab.
A previsão de uma precipitação abaixo do normal nos próximos meses no Extremo Oeste e Centro-Sul baiano deve continuar a favorecer a colheita do algodão, podendo levar a novas revisões marginais positivas dos níveis de rendimentos registrados pelos cotonicultores até o momento.

Texto escrito por Carolina Barboza, jornalista da INTL FCStone responsável pelo relacionamento com a Imprensa.
Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.