Novas visitas da INTL FCStone na China reforçam Guerra Comercial

Soja americana não deve entrar no país enquanto acordo não for estabelecido

 

Durante a III Viagem INTL FCStone Comercial à China, que leva clientes e especialistas a empresas e discussões pertinentes de mercado, as instituições reforçam a interrupção das importações da soja americana enquanto os acordos comerciais não forem estabelecidos com os Estados Unidos.

+Leia também: INTL FCStone visita a Bolsa e o Porto de Dalian

Abaixo, os consultores que viajam a campo separaram os principais dados estatísticos de suas visitas à COFCO e à Hopefull.

  • A COFCO detém de 33 plantas de esmagamento e 13 mil funcionários na China, que processam ao todo 16 milhões de toneladas ao ano. Atualmente precisam comprar 10 milhões de toneladas de soja até o final de março e, caso o Brasil não a tenha, buscarão em especial na Argentina e no Canadá.
  • Apesar de Guerra Comercial, a importação de óleos da China não deverá se alterar muito este ano.
  • A COFCO vê no etanol de milho um mercado em expansão, que será essencial para dar demanda aos estoques do governo, de baixa qualidade.
  • No dia em que visitamos a COFCO, soja subia 16 cents, em função do boato de que a Argentina teria importado soja americana e exportado soja sua à China. A COFCO confirmou que não era boato, mas fato de que havia ocorrido e que deveria ocorrer mais vezes, apesar de não ser tão otimista quanto aos volumes até março, dada a atual limitação de estoques argentinos e baixa propensão do produtor de lá em vender, em função principalmente da crise pela qual o país passa.
  • A estimativa de importação de soja entre outubro de 2018 e setembro de 2019 é de 86 milhões de toneladas.
  • Os estoques atuais de soja na China estão em 10 milhões de toneladas.
  • COFCO – Capacidade de esmagamento: 160 milhões de toneladas ao ano. Esmagamento atual: 100 milhões de toneladas. A China exporta 1% do farelo que produz – em especial para o sudeste asiático, totalizando 1 milhão de toneladas de soja que, no contexto de mercado atual poderá ser suspenso, não resolvendo, mas aliviando a necessidade de importação chinesa.
Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente

Relatórios periódicos aprofundados

Produzimos mais de 300 relatórios mensais de acompanhamento dos principais mercados globais de commodities. Veja alguns exemplos:

Para quais mercados você deseja receber notificações?*

Açúcar & EtanolAlgodãoCacauCâmbioEnergiaFertilizantesMilhoSojaTrigoPecuáriaCafé

Como ficou sabendo de nós?*

FacebookLinkedInWhatsAppIndicaçãoGoogleOutrosNewsletter

*Campos obrigatórios

Cart Item Removed. Undo
  • No products in the cart.