Carolina Barboza

Carolina Barboza

Formada em Jornalismo pela PUC-Campinas. Trabalha desde 2014 na Assessoria de Imprensa da INTL FCStone do Brasil, com foco na área de comunicação e marketing.

INTL FCStone visita a Bolsa e o Porto de Dalian

Grupo de clientes e especialistas INTL FCStone viajam à China e participa de visitas e discussões comerciais

De acordo com dados coletados pela equipe que participa da III Viagem INTL FCStone Comercial à China, a Bolsa de Dalian (Dalian Commodity Exchange) tem a meta de transformar seu contrato de soja como referência nas negociações internacionais da commodity até 2025, substituindo a CME.

+Leia também: Guerra Comercial entre China e EUA não deve ter trégua antes de novembro

“A Bolsa Chinesa acredita ser uma meta completamente atingível, já que a soja de origem americana tem reduzido sua participação no total de compras do país, e este número tende a se reduzir ainda mais”, explica o consultor de gerenciamento de riscos, Vinícius Xavier, a campo.

Além disso, a Bolsa aponta que o remembi, sendo a sexta moeda mais relevante do mundo, já é visto em alguns mercados como reserva de valor, e que a negociação direta de reais (por exemplo) versus remembi seria melhor nas negociações, já que excluiria uma moeda com alta volatilidade da negociação: o dólar.

O foco atual é na divulgação internacional das commodities e produtos da Bolsa, e então os volumes deverão começar a se elevar de forma natural. Uma vez que as principais compradoras de soja do mundo são tradings estatais chinesas, a Bolsa não descarta que num curto espaço de tempo, elas vão começar a precificar soja base Dalian também, levando essa opção a todos os mercados atendidos.

Acompanhe as informações coletadas pela INTL FCStone durante as visitas:

  • Tamanho do contrato de soja e milho: 10 USD/ton. Existe entrega física.
  • Terminal visitado: COFCO em Dalian (capacidade de armazenagem de 2 milhões de toneladas). Custo portuário neste terminal: 5 USD/ton
  • Este é o sétimo maior porto da China. Em toda a costa são diversos portos, sendo 10 os principais.
  • Frete médio a cada 1.000 km: 20 USD/ton (ferroviário)
  • Atualmente 60% da população chinesa mora nas cidades. O Governo objetiva que esse número salte para 75% nos próximos 10 anos. Seria mais 200 milhões de pessoas.
  • A expectativa de importação em 5 anos é de 120 milhões de toneladas.

 

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Dólar em 2020 e o agronegócio

Em evento do Banco de Câmbio da INTL FCStone, o Coordenador de Inteligência de Mercado Vitor Andrioli comentou sobre as perspectivas para…

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Cart Item Removed. Undo
  • No products in the cart.