Área de soja avança timidamente em Naviraí; veranico preocupa produtores

Recuperados de uma ‘safrinha’ de milho turbulenta, com quebra causada pelo clima, produtores de Naviraí iniciam o ciclo 2016/17 de grãos com mais cautela. Ainda assim, 90% da área de soja deve ser direcionada ao milho de inverno, realidade bastante comum no Mato Grosso do Sul, que apresenta a maior taxa de aproveitamento da área de primeira safra (de soja) com 2ª safra de milho no Brasil. Cerca de 70% da área de oleaginosa recebe milho na ‘safrinha’. Na última safra de inverno do cereal, o estado produziu cerca de 6 milhões de toneladas. Em 2016, o plantio do milho ‘safrinha’ deve ocorrer até dia 28 de fevereiro.

navirai-fazenda-santa-marta-luiz-augusto-de-melo-36

Mato Grosso do Sul: o estado é o 5° maior produtor de oleaginosa no país, com 7,3% da produção brasileira. Fotografia: Carolina Barboza / INTL FCStone

Naviraí, microrregião de Iguatemi, responde por 10% da produção de soja do Mato Grosso do Sul e 0,74% do Brasil. Neste município, a área plantada com soja na safra anterior foi 100 mil hectares. Desta extensão, a Copasul atende 75 mil hectares, e estima que houve um avanço de 10% da área (atendida) neste ciclo atual, sendo 50% deste aumento antes destinado à pecuária e outros 50% referente a áreas canavieiras. Esse incremento é considerado mais tímido, e tem diminuído em relação aos últimos anos (que tiveram aumento de cerca de 15%).

O plantio da oleaginosa chega ao final sem grandes intempéries, não fosse o susto de um setembro e outubro mais secos, com chuvas dando intervalo de 10 dias. Não houve necessidade de replantio, e as precipitações desta semana devem aliviar os produtores quanto ao crescimento da planta no campo. Em relação às pragas, há maior utilização de herbicida para buva e uma atenção especial em relação ao percevejo, que tem aparecido em muitas lavouras na região.

itaquirai-16

Soja florescendo Itaquiraí, município vizinho de Naviraí. Fotografia: Carolina Barboza / INTL FCStone

Destaca-se que a principal preocupação do produtor, entretanto, refere-se à possível ocorrência de um veranico em dezembro e janeiro, que atingiria a soja em um estágio mais avançado (e que necessita de chuvas). Caso as expectativas positivas sejam atendidas, e o clima seja favorável, Naviraí tem potencial para produzir 60 sacas/ ha de soja, contra 54 sacas/ ha em 2015/16.

A cautela dos produtores, no que se refere aos investimentos para a safra atual, vem da quebra da safra do milho de inverno do ciclo anterior, em que lidaram com diversos eventos climáticos em momentos cruciais ao desenvolvimento do cereal (como altas temperaturas e noites muito quentes em abril e geada em junho) e retiraram do solo apenas 45-47 sacas/ ha, contra 84 sacas/ ha na safra 2014/15. O município produziu 6 milhões de toneladas. Destaca-se que neste ciclo os investimentos têm girado em torno da correção de solo.

navirai-fazenda-santa-marta-luiz-augusto-de-melo-4

O plantio está na fase final na fazenda Santa Marta, em Naviraí. Fotografia: Carolina Barboza / INTL FCStone

O custo de produção tem aumentado em função dos insumos, fertilizantes, produtos para correção de solo e sementes. “Aumentou cerca de 5% em relação ao ciclo passado, mas como a moeda de troca é a soja, a margem fica mais apertada”, afirma um cooperado da Copasul.
O frete do calcário também aumentou, e a diminuição do fluxo de caminhões dificultou a logística desses produtos. Neste ciclo, destaca-se que quem deixou para comprar insumos de última hora acabou se beneficiando pela queda do dólar.
A comercialização de soja avançou 20%, contra 30% verificado no mesmo período do ciclo passado. A expectativa é que as vendas ganhem ritmo em dezembro, momento em que a safra estará mais consolidada.

navirai-fazenda-santa-marta-luiz-augusto-de-melo-39

Soja crescendo na fazenda Santa Marta, em Naviraí. Fotografia: Carolina Barboza / INTL FCStone

navirai-fazenda-santa-marta-luiz-augusto-de-melo-7

Do outro lado da caminhonete da Expedição Safra, plantio de soja avança na propriedade Santa Marta, em Naviraí. Fotografia: Carolina Barboza / INTL FCStone

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.