Plantio de soja já atinge 77,6% da área brasileira, estima INTL FCStone

quadro-dados-fcstoneCom ciclos climáticos bem diversos, e a maioria das regiões apresentando condições muito boas, o plantio de soja atinge 77,6% da área no Brasil, de acordo com levantamento da consultoria INTL FCStone. “Estamos falando de uma safra espalhada em um território de mais de 4 milhões de km². Identificamos ‘contratempos’ apenas no sul do Mato Grosso do Sul, onde o nível de chuvas segue abaixo do histórico, e Oeste da Bahia, atraso acima do normal no início das precipitações”, explica o Diretor de Inteligência de Mercado do grupo, Thadeu Silva. Importante ressaltar que estes ‘contratempos’ – em ambos os casos não apresenta riscos de perdas de produtividade irreversíveis.

Destaca-se que as próximas semanas têm previsão de chuvas na maior parte da área, dando condição para Matopiba (região compreendida pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e Minas Gerais avançarem no plantio. “O Rio Grande do Sul, que também tem bastante área a plantar, deve apresentar clima mais seco mas, como tem bom nível acumulado no solo, deve apresentar grande avanço na semeadura”, afirma o Diretor Silva. De Campo Grande ao Rio Grando do Sul há riscos de veranicos ao longo de dezembro e janeiro – possíveis efeitos do La Niña.

Já no Centro Oeste, sobretudo Mato Grosso, cada vez mais a preocupação deixa de ser estiagens e passa para possibilidade de chuvas excessivas em janeiro e fevereiro durante a colheita.
Relatório da INTL FCStone ainda indica que o Matopiba tem risco de estiagem entre janeiro e fevereiro e, segundo o Agrometeorologista, Marco Antônio dos Santos, essa condição apresenta risco, mas ele espera condições bem melhores que no ano passado.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Carolina.Barboza@intlfcstone.com

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente

Relatórios periódicos aprofundados

Produzimos mais de 300 relatórios mensais de acompanhamento dos principais mercados globais de commodities. Veja alguns exemplos:

Para quais mercados você deseja receber notificações?*

Açúcar & EtanolAlgodãoCacauCâmbioEnergiaFertilizantesMilhoSojaTrigoPecuáriaCafé

Como ficou sabendo de nós?*

FacebookLinkedInWhatsAppIndicaçãoGoogleOutrosNewsletter

*Campos obrigatórios