Entregas de fertilizantes atingem maior valor da história

Segundo dados do Siacesp/ANDA, as entregas de fertilizantes aos consumidores brasileiros totalizaram 34,44 milhões de toneladas no acumulado de 2017. “Este valor representou um avanço de 1,0% em relação à 2016 e tornou-se o maior volume de fertilizantes destinado aos produtores do país em toda a série histórica”, explica o analista de mercado da INTL FCStone, Fábio Rezende.

A consultoria ressalta que cerca de 34% destas entregas se concentraram no terceiro trimestre do ano passado, já que produtores estavam focados nas compras para o cultivo da soja 2017/18. “Com as boas expectativas para o ciclo atual da oleaginosa, 11,66 milhões de toneladas de adubo foram vendidas entre julho e setembro/17, aumento de 3,3% em comparação ao mesmo período do ano anterior”, explica Rezende.

Especificamente o estado do Mato Grosso mais uma vez se destacou como o principal recebedor de fertilizantes no ano passado. Entre janeiro e dezembro, aproximadamente 6,79 milhões de toneladas foram destinadas aos produtores mato-grossenses, o que representa 19,7% do total do país.

São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná também foram destaque no cenário nacional. No último ano, produtores paulistas receberam 4,27 milhões de toneladas, 6,2% a mais que o acumulado de 2016.

Enquanto produtores gaúchos aumentaram em 1,2% as suas compras no período, para 4,24 milhões de toneladas, os paranaenses observaram um recuo de 5,3% nos recebimentos, para 4,10 milhões de toneladas.

Entregas por nutrientes

Os três principais nutrientes (nitrogênio, fósforo e potássio) apresentaram aumento nas entregas. Os nitrogenados totalizaram 4,38 milhões de toneladas, um leve avanço de 0,3% na comparação anual. Os fosfatados tiveram o maior aumento, de 3,0%, para 5,13 milhões de toneladas, seguidos dos fertilizantes potássicos, que somaram 5,85 milhões de toneladas (+1,9%).

Apesar dos aumentos, a fórmula média de 2017 contou com uma redução de 0,8% na participação do nitrogênio, para 12,71%. O P2O5 e o K2O seguiram em tendência oposta, com participações de 14,9% (+1,8%) e 17,0% (+1,1%), respectivamente.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente

Relatórios periódicos aprofundados

Produzimos mais de 300 relatórios mensais de acompanhamento dos principais mercados globais de commodities. Veja alguns exemplos:

Para quais mercados você deseja receber notificações?*

Açúcar & EtanolAlgodãoCacauCâmbioEnergiaFertilizantesMilhoSojaTrigoPecuáriaCafé

Como ficou sabendo de nós?*

FacebookLinkedInWhatsAppIndicaçãoGoogleOutrosNewsletter

*Campos obrigatórios