Crescimento da capacidade produtiva de NPK mantém perspectivas baixistas

Inauguração de novas unidades produtivas nos Estados Unidos ampliará a disponibilidade de fertilizantes no 3º trimestre, mantendo os preços pressionados. “Essas [unidades], somadas às recentes expansões em Iowa e Louisiana, podem reduzir em até 50% as necessidades de importação de ureia pelos EUA. Ademais, a substituição de área de milho e trigo por soja reduzirá sua demanda de nitrogênio para cobertura nos próximos meses”, explica o analista de mercado da INTL FCStone, Fábio Rezende.

Os adubos fosfatados, por outro lado, podem encontrar suporte pelo lado da demanda. Até agora, importadores indianos tiveram baixa participação no mercado, porém, com a fixação dos contratos trimestrais de importação de ácido fosfórico para a produção de DAP e definições dos preços máximos de varejo, as compras de importação da nação sul-asiática devem ganhar força, atingindo seu pico em agosto para adubação das culturas de monções.

O Brasil também deve registrar um forte crescimento das importações de MAP e outros fosfatados nos próximos meses, com um pico projetado para o final do trimestre para a adubação da soja.

No lado da oferta, o mercado de P2O5 registrará um aumento da disponibilidade: o término da temporada de adubação na China deixa os produtores do país com excesso de produto e amplos estoques para exportação. Nos próximos meses também pode ocorrer a inauguração da nova planta de Wa’ad Al Shamal, na Arábia Saudita, embora o impacto dessa adição à capacidade produtiva mundial deverá ser sentido somente no trimestre seguinte.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.