Fernando Maximiliano

Fernando Maximiliano

Engenheiro Agrônomo formado pelo Instituto Federal do Espírito Santo. Participante do Brazilian Scientific Mobility Program (BSMP) na Oregon State University, Estados Unidos. Possui experiência em pesquisa e análise de mercado. Trabalha na divisão de Inteligência de Mercado da StoneX do Brasil com foco em Café.

A tendência altista do mercado de café perdeu força e os preços da commodity caíram em Nova Iorque

Os principais vencimentos futuros de café arábica perderam em torno de 2,5% do seu valor durante a semana entre os dias 3 e 7 de agosto; o vencimento de setembro terminou a semana com perdas de 350 pontos (2,94%) e fechou cotado a US₵ 115,45 por libra-peso, já o vencimento de dezembro caiu 370 pontos (3,04%) e terminou a semana cotado a US₵ 117,90 por libra-peso. Os papeis futuros de café robusta encerraram a semana com valores quase inalterados para a maioria dos seus vencimentos, com exceção do primeiro vencimento, de setembro, que apresentou ganhos de USD 49 (3,65%) e fechou cotado a USD 1.393 por tonelada. Enquanto o primeiro vencimento avançou 3,65%, o vencimento de novembro ganhou 0,15% e os outros vencimentos terminaram com quedas próximas de 0,2%.

Intraday semanal (Setembro/2020)  – 03/08  a 07/08

Fonte: CommodityNetwork Traders’ Pro. Elaboração: StoneX.

O mercado de café seguiu a sua tendência altista durante o início da semana e chegou a terminar a terça-feira (04) com ganhos de 315 pontos para o vencimento mais ativo. Os preços iniciaram a sessão da quarta-feira (05) firmes, o primeiro vencimento chegou a atingir a máxima de US₵ 127,25 no dia, porém a movimentação não foi capaz de romper a resistência próxima ao nível dos US₵ 125-127 por libra-peso e a tendência perdeu força e recuou. Na sessão daquele mesmo dia, mesmo após atingir máxima com ganhos de 620 pontos (5,1%), os preços de café recuaram e terminaram o pregão com ganhos de apenas 50 pontos (0,4%). A tendência corretiva do fim da sessão da quarta-feira (05) se estendeu para as sessões da quinta (06) e da sexta-feira (07). Além dos fatores técnicos, os preços de café também foram pressionados pela valorização do dólar nos últimos 2 dias da semana.

O grande destaque para o mercado de café robusta foi a inversão do spread entre o primeiro e o segundo vencimento. Enquanto o primeiro vencimento, de setembro, apresentou ganhos de USD 49 na semana e fechou cotado a USD 1.393 por tonelada, o segundo vencimento, de novembro, terminou a semana com ganhos de apenas USD2 e fechou cotado a USD 1.363 por tonelada, finalizando a semana com um spread de USD +30, contra um de spread de USD -17 para os mesmos vencimentos no fechamento da semana anterior.

Curva futura dos preços de café arábica e café robusta

Fonte: CommodityNetwork Traders’ Pro. Elaboração: StoneX.

Parte das movimentações em Londres foram provocadas pelas preocupações ligadas aos novos casos da Covid-19 no Vietnã. Desde o fim de julho, depois do surgimento de novos casos da doença, os negócios não essenciais nas cidades de Hanoi e Ho Chi Minh foram suspensos. Os dados oficiais indicavam que até o dia 07 de agosto havia 784 casos confirmados da doença no país. Apesar das preocupações ligadas o surgimento destes casos, a cadeia produtiva de café não deve ser atingida. O país segue em seu período de entressafra, portando não existem grandes operações ligadas a colheita e processamento do café. Além disso, dados indicam que mais de 90% da colheita passada já foi comercializada. Ademais, os portos no país seguem operando normalmente.

Sem grandes mudanças em termos de fundamentos, o mercado de café continua de olho na reabertura das economias e na recuperação da demanda em meio a pandemia. Os dados da Green Coffee Association sobre os estoques de café nos portos americanos no mês de julho será divulgado na segunda-feira (17), já que o dia 15 será um sábado. Os dados dos estoques nos portos americanos é um indicador de como foi o consumo de café nos Estados Unidos. Além disso, o mercado de café espera os dados das exportações brasileiras, que será divulgado nesta semana pelo Cecafé.

TABELA DE INDICADORES

Fontes: ICE/NY; ICE/EU; B3; Commodity Network Trader’s Pro.

Essa matéria é uma mera amostra promocional dos conteúdos disponíveis a assinantes através do Portal de Relatórios.

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente

Relatórios de mercado aprofundados

Os especialistas da StoneX produzem mais de 300 relatórios mensais para o acompanhamento dos principais mercados globais de commodities.

Conheça os boletins para acompanhamento dos mercados de Grãos (soja, milho e trigo), FertilizantesAçúcar e Etanol, Algodão, Pecuária, Café, Energia, Cacau e Câmbio.

Para quais mercados você deseja receber notificações?*

Açúcar & EtanolAlgodãoCacauCâmbioEnergiaFertilizantesMilhoSojaTrigoPecuáriaCafé

Como soube de nós?*

FacebookLinkedInWhatsAppIndicaçãoGoogleOutrosNewsletter

*Campos obrigatórios

Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.