Lucas Pereira

Lucas Pereira

Formado em Ciências Econômicas pela UNICAMP, com passagem pela School of Management da Technical University of Munich. Trabalha desde 2018 na Inteligência de Mercado da INTL FCStone do Brasil, atuando nos mercados de Grãos e Pecuária.

Processamento de cacau avança no quarto trimestre de 2018

Margens de esmagamento elevadas impulsionam demanda pela amêndoa

O mercado internacional de cacau foi movimentado essa semana pela divulgação dos resultados trimestrais das principais associações regionais de produtores e processadores da amêndoa. Sem exceção, em todas as regiões foi verificado incremento do nível de processamento no último trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano anterior, refletindo as margens de esmagamento favoráveis nessas regiões e reforçando a perspectiva de que forte demanda pela amêndoa permaneça na safra 2018/19.

Na terça-feira (15/01) o Malaysian Cocoa Board (MCB) reportou que o processamento na Malásia durante os últimos três meses de 2018 totalizou 72.451 toneladas de cacau, volume 22,5% superior ao observado no mesmo trimestre um ano antes, quando foram esmagadas 59.137 toneladas da amêndoa. No acumulado anual, o país do sudeste asiático processou 249.661 toneladas de cacau, avanço de 14,4% em relação a 2017.

Na quarta-feira (16/01), a European Cocoa Association (ECA) divulgou um nível de processamento da ordem de 359.103 toneladas no último trimestre de 2018, o que equivale a um aumento de 1,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar do crescimento ser abaixo do previsto pelo mercado (+2%), nota-se que embora as margens de esmagamento na região se encontrem elevadas, há pouca capacidade ociosa nas indústrias europeias para uma ampliação de volume mais expressiva. Ao longo de 2018, foi processado um total de 1,438 milhão de toneladas no continente, avanço anual de 4,2%.

Na Alemanha, a Association of German Confectionary Industry (BDSI) relatou o esmagamento de 99.181 toneladas de amêndoas no período, 0,4% a mais do que o volume de moagens no mesmo trimestre de 2017.

Do outro lado do Atlântico, na quinta-feira (17/01), a National Confectioners Association (NCA) publicou seu relatório trimestral, constatando que a indústria da América do Norte processou 117.526 toneladas de cacau nos três últimos meses de 2018— 1,2% a mais que no mesmo período do ano anterior. Em 2018, foram esmagadas na região 484.100 toneladas de cacau, montante levemente inferior ao volume processado em 2017, 484.680 toneladas.

Por fim, na sexta-feira (18/01), a Cocoa Association of Asia (CAA) reportou crescimento de 6,3% nas moagens asiáticas no trimestre, que atingiram o patamar de 208.900 toneladas no período. No ano, o processamento de cacau no continente—concentrado nos países produtores do sudeste asiático, Indonésia e Malásia— foi de 780.956 toneladas, 7,8% a mais que um ano antes.

Os níveis de processamento também registraram aumento nos principais países produtores de cacau. Haja visto a reduzida capacidade ociosa para ampliação da produção na Europa e nos EUA, os países que cultivam a amêndoa tem aumentado sua atividade esmagadora. Além da Ásia, é verificado acentuado aumento na África Ocidental: as moagens marfinenses atingiram 135 mil toneladas no último trimestre de 2018 (+8,8% na comparação anual), ao passo que Gana tem realizado investimentos significativos na ampliação da capacidade.

Com efeito, os dados reportados durante a semana provocaram uma tendência altista nos preços internacionais do cacau. Uma vez que o processamento é um indicativo da demanda pela amêndoa, o avanço das moagens em todas as regiões reforça a perspectiva de um balanço de oferta e demanda acirrado na safra 2018/19.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

A evolução do consumo mundial de soja

As estimativas apontam para um crescimento acelerado da população mundial nos próximos anos à medida que as condições de vida melhoram devido…

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente

Relatórios periódicos aprofundados

Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.