Gabriela Fontanari

Gabriela Fontanari

Graduada em Relações Internacionais pela FACAMP, está concluindo sua bidiplomação em Economia pela mesma instituição. Integra o time da Inteligência de Mercado da INTL FCStone do Brasil desde 2017 nos mercados de Fertilizantes, Algodão e Pecuária.

Condições de safra dos EUA avançam, a despeito de Barry

Divulgado na tarde de segunda-feira (22), o relatório de acompanhamento de safra do Departamento de Agricultura dos EUA revelou um avanço nas condições das lavouras de algodão norte-americanas.

Com dados referentes à semana de 15 a 21 de julho, englobando os dias após a passagem da tempestade tropical Barry, o USDA apontou que 60% dos algodoais apresentam condições boas ou excelentes — avanço de 4 pontos percentuais ante a semana anterior.

Os níveis atuais colocam a safra 2019/20 cerca de 21 p.p. à frente do observado em 2018 e 6 p.p. acima da média dos últimos cinco anos, a despeito dó elevado nível de precipitação registrado no delta na primavera e da seca moderada que ainda permeia o sul da Georgia.

Os dados do delta do Mississippi indicaram um avanço de 2 p.p. das condições de safra, passando de 60% para 62% dos algodoais em estado bom ou excelente. Os números sinalizam que as lavouras da região sofreram impacto diminuto das chuvas trazidas pelo fenômeno climático Barry.

Neste sentido, reforçamos que a produtividade ainda pode ser impactada caso comprovada um enraizamento ou problemas na formação dos botões florais dos algodoeiros.

A despeito do avanço semanal, o ritmo nacional de formação das maçãs ainda permanece aquém dos 41% da safra 2018/19 e dos 37% da média dos últimos cinco anos.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Cart Item Removed. Undo
  • No products in the cart.