Matheus Costa

Matheus Costa

Formado em Engenharia Agronômica pela UFSCar. Trabalha na Inteligência de Mercado da INTL FCStone do Brasil desde 2017 na área de Açúcar e Etanol.

Exportações brasileiras de açúcar caem em 2017/18

Dados da SECEX-MDIC mostraram queda de 1,7% nas vendas externas do adoçante

Dados oficiais publicados hoje mostraram exportação de 1,77 milhões de toneladas de açúcar em março pelos portos brasileiros, 25,3% acima de fevereiro e 10,7% abaixo do mesmo mês em 2017. Apesar disso, as vendas totais no ano-safra do Centro-Sul (abril-março) ficaram em 27,8 milhões de toneladas, 1,7% abaixo do mesmo período no ano passado, mas ainda 10,4% acima da média dos últimos três ciclos.

Apesar de ainda não haver dados discriminados por estado para março, podemos inferir que a maior da queda é resultado da menor produção de açúcar na safra 2017/18 do Norte-Nordeste (que segue outro calendário). Entre abril e fevereiro, as exportações da região haviam caído 8,8%, sendo que a produção de açúcar entre a safra passada e a atual registrava queda de 574 mil toneladas até a primeira quinzena de março. No Centro-Sul, por outro lado, a produção aumentou em 528 mil toneladas na safra 2017/18 até a mesma quinzena.

Já as exportações de etanol na safra 2017/18 registraram 1,45 bilhões de litros, 5,2% acima da temporada anterior. Parte do aumento pode ser creditado à maior demanda dos Estados Unidos para cumprimento do mandato avançado dentro do RFS. Este incremento, entretanto, é resultado majoritariamente do baixo nível registrado na safra passada, o segundo menor das últimas seis safras. Desta forma, as vendas externas do biocombustível nos últimos 12 meses ainda ficaram 13,9% abaixo da média dos últimos três anos.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Veja também

Teste já!

Experimente nossa plataforma de relatórios gratuitamente
Carrinho Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no carrinho.